A utilização da tecnologia 3D para a simulação do layout dos assentos | Por Fabio Freitas

Há algumas semanas, tivemos o retorno do Campeonato Alemão após a paralisação causada pela pandemia do COVID-19. A partida entre o Borussia Dortmund e o Schalke foi disputada sem público, uma realidade que estará cada vez mais presente no mundo.

Para quem não sabe, a primeira liga alemã apresenta uma das melhores médias de público do futebol europeu, algo em torno de 40.000 pessoas por jogo. Para tentar minimizar a sensação de vazio, fotos de torcedores foram colocadas no estádio. 

Embora o Dortmund tenha goleado o Schalke pelo placar 4 a 0 houve uma série de relatos do quão estranho foi a partida sem a presença do torcedor, afinal de contas, não existiu nenhum barulho extracampo. Durante a transmissão era possível ouvir com muita clareza as conversas entre os atletas, as instruções dos treinadores e os toques na bola. Algo praticamente impossível em uma partida com a presença do público.

É importante destacar que além da ausência dos torcedores, a partida adotou outras recomendações de segurança, como por exemplo, distanciamento entre os reservas e os tradicionais abraços nas comemorações de gols. A imprensa cobriu a partida nas arquibancadas.

O maior atrativo do futebol é a torcida, é ela que ajuda a engrandecer o espetáculo. É a presença do fã, com as suas bandeiras, gritos e cores que produzem a imagem capaz de valorizar o produto final. 

Infelizmente, esta realidade também ocorrerá no Brasil, já existe inclusive uma certa movimentação para a retomada dos campeonatos, sendo o Catarinense, o primeiro deles. Aqui, como na Europa, também seguiremos um rígido protocolo de segurança. 

Pensando nessa retomada do esporte em geral encontrei um projeto muito interessante. Duas empresas reuniram forças para apresentar uma solução exclusiva para equipes esportivas profissionais, espaços de entretenimento e eventos.

Seating Layouts

A tecnologia promete a entrega de uma série de funcionalidades, no entanto, com a pandemia do Covid-19, um ponto me chamou muito a atenção. A possibilidade de personalização e o aprimoramento visual para a venda de assentos. 

Embora tenha fé que passaremos por esta fase difícil, ainda precisaremos conviver por um longo tempo com algumas restrições.

Diante deste cenário, algumas perguntas não poderão ficar sem respostas, dentre elas: 

  • Como trabalhar com seus fornecedores de tíquetes para identificar e definir layouts de alocação e assentos para assentos individuais e em grupo com base na mudança dos protocolos de saúde?
  • Como os clubes devem incentivar, reembolsar ou compensar os torcedores pelas partidas que não puderam assistir?

Além da questão de segurança, os clubes necessitarão planejar a sua oferta de assentos. Este tipo de tecnologia, facilitará a realização de diferentes tipos simulação, tudo muito orientado a maximização de receitas. 

A tecnologia se fará cada vez mais presente no segmento esportivo! 

Carioca, manezinho de coração, apaixonado por tecnologia e esportes. É graduado em Tecnologia da Informação, possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV e formando da primeira turma do Programa FGV|FIFA|CIES. É co-autor do livro “Estratégia para Maximização de Receitas no Ambiente Digital em Clubes de Futebol”. Livro: https://bit.ly/2LPjV1F

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *