O Barcelona cederá os Naming Rights do Camp Nou para o combate ao COVID-19. | Futebol de Terno, por Fellipe Gonçalves.

Dentro das 4 linhas, o FC Barcelona é uma das entidades soberanas no esporte mundial, colecionando títulos e grandes jogadores, mas, além da relevância pelo futebol, exerce um papel social ímpar para a Catalunha e, também, para o mundo. A ligação com as questões filantrópicas vem desde sua criação e, com o passar do tempo, seguiu rompendo barreiras históricas, como em 2006, quando o clube se desprendeu da tradição de não estampar patrocinadores nos uniformes (com exceção, claro, da fornecedora de materiais esportivos) e começou a utilizar a logo da UNICEF, mas, ao contrário de um contrato convencional, o órgão da ONU não pagava nada para ter sua marca em grande exposição mundial. Em 2011, a Qatar Foundation, organização humanitária sediada no país asiático, também ganhou grande exposição nas camisas. O acordo durou apenas um ano, quando o clube passou a utilizar patrocinadores remunerados e, inclusive, fechando um dos maiores contratos do futebol com a Qatar Airways, companhia aérea catari.

Com o atual cenário imposto pelo coronavírus, o Barcelona não perdeu tempo e irá ceder os Naming Rights do seu lendário estádio, o Camp Nou, para arrecadar fundos para ajudar no combate à pandemia. Inaugurado em 1957, será a primeira vez que o estádio terá seu nome alterado. A operação será administrada pela Fundació Barça, braço humanitário do clube que já ajuda 1,6 milhões de crianças ao redor do mundo (inclusive no Complexo do Alemão e no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro) a melhorarem a qualidade de vida via programas de educação, inclusão social e prevenção da violência. O montante arrecadado será destinado aos estudos e combate ao COVID-19 por meio de duas etapas: parte será doada a um projeto apoiado pelo próprio patrocinador e o resto irá para outras iniciativas apontadas pelo próprio Barcelona, ambos com o mesmo fim. O acordo será válido por um ano, ao longo de toda a temporada 20/21.

Em tempos que o mundo inteiro precisa estar em sinergia, a colaboração gigantesca como essa pode fazer toda a diferença no combate ao novo coronavírus. Por isso, cada vez mais, o Barcelona vai fazendo jus ao seu slogan: més que un club.

 

Cearense, graduado em Marketing, atua como Social Media e Redator. Um apaixonado por futebol que não se tornou jogador, mas se mantém próximo escrevendo sobre gestão e marketing no esporte.
Instagram: @_felliipe e @marketingfutebolclube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *