“Como valorizar o site oficial para atrair torcedores”, Por “Raphael Dylan”

No futebol, os grandes clubes não demoraram a criar suas homepages. A maioria surgiu em 1996, devido ao boom da internet no país. O site Torcedores.com fez uma pesquisa ao Web Internet Archive, referência mundial no armazenamento de sites antigos em suas versões originais, e teve acesso aos primeiros sites de clubes de futebol do país.

Em geral, as websites eram básicas, com muitas informações, artigos e histórias, que para época, eram conteúdos bastantes relevantes para os torcedores que não tinham esses acessos antigamente. Alguns elementos que hoje são irrelevantes, antes eram inovadores, como contadores de visitas, enquetes, banner de patrocinadores e mural de recados, famoso “bate-papo”. Mas uma coisa me chamou atenção, nessa época já existiam lojas virtuais em alguns clubes, como Fluminense, Flamengo e Palmeiras.

Site do Fluminense: 1998 / Fonte: Web Internet Archive

Site do Palmeiras: 1996 – Fonte: Web Internet Archive

 

 

 

 

 

O que ninguém imaginava era que, hoje, para um time de futebol, o website passa a voltar como era antes. Cheio de informações, artigos e histórias. Digo isso pois, a maioria dos torcedores não buscam conteúdos do seu time de coração no site oficial. Quer notícias? Procura em sites de notícias esportivas. Quer camisas? Buscam em lojas especializadas em artigos esportivos. Quer interações? Procuram nas redes sociais. São muitos caminhos que levam o torcedor a ter uma melhor comunicação com o clube, do que no seu próprio site.

Não vou generalizar, mas no meu ponto de vista, 90% dos maiores clubes do país, focam mais nas redes sociais do que no site. E vamos combinar: Tem diretores que dão notícia em primeira mão nos programas esportivos sem antes ter lançado se quer nas redes sociais. Não é que está errado, só está fora de lógica.

Mas eu estou aqui para tentar ajudar o pequeno clube a ter engajamento com seu website. Os grandes clubes focam mais em conteúdo que dão retorno midiático, pelo fato de ter uma verba considerável para isso, ou simplesmente porque a própria imprensa oferece sem custos.

Então o que você precisa para ter uma website mais atraente? Simples! Pense como um torcedor fanático do interior, ou seja, torcedor-raiz. Ele quer saber de tudo, mas quer saber do próprio clube. É aquele torcedor que vai ao estádio na segunda-feira para saber se o jogador que saiu aos 20 minutos do segundo tempo foi por cansaço ou opção do treinador.

O fanatismo é uma “arma” que o clube pequeno tem que usar para o bem. Se o torcedor-raiz busca por conteúdo dentro do clube, a melhor forma de atende-lo é levando até ele. Então, é importante ter o site atualizado e com informações rápidas, fáceis e verídicas, para que o torcedor possa ter conhecimento primeiro nele. Muitos usam envio de e-mails para levar essa informação mais direta, e outros optam por mensagem pelo celular.

Uma das formas de prender o torcedor dentro do site é ter conteúdo s relevantes e em tempo real. Vou considerar mais aquele torcedor que não acompanha redes sociais. Então, ele buscará por vídeos, fotos, resultados, tabela, transparência e produtos à venda. Esse último vou detalhar posteriormente, mas posso dizer que é uma fonte de renda MUITO valiosa para clubes pequenos, globalmente chamado de e-commerce.

Podem surgir algumas ideias que cada clube tem em referência à sua tradição e que caiba no orçamento. Como utilização da mascote para interação no site, quiz com o passado do clube, webrádio ou podcasts com programação exclusivas e por aí vai. Tente tornar o site um canal mais exclusivo. Solte as primeiras notícias nele e faça com que a imprensa se interesse por entrar no mesmo. Isso valoriza o seu patrocinador, valoriza a imagem do clube e seu engajamento cresce.

Um case rápido que seria interessante para o conhecimento de quem interessa em profissionalizar o site do clube, é a parceria entre Flamengo e o Wix, plataforma de criação de sites e hospedagem. O design e hospedagem do website do clube é realizado pela plataforma Wix, e a empresa lançou sua primeira campanha publicitária no Brasil, que é um dos maiores mercados para a empresa.

Portanto, podemos dizer que website é uma obrigatoriedade de qualquer clube, seja qual for sua grandeza. É o meio mais fácil, econômico e livre para o torcedor ter acesso a conteúdos reais. Tenho certeza que o custo de colocar um site atrativo no ar é um benefício para o torcedor e para o clube.

Foto criada por peoplecreations

Formado em Publicidade e Propaganda, e pós-graduado em Marketing Esportivo. Atuo no mercado esportivo na agência XMedia Brasil. Escrevo para o Brand Bola sobre o tema “Marketing Custo x Benefício”. Instagram: @dylanmkt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *