Guia de Marketing da Copa 2018

A Copa do Mundo de 2018 na Rússia está chegando e supera os valores de investimento até mesmo que a de 2014, realizada no Brasil. Segundo o próprio hot site da Copa de 2014 – administrado pelo Governo, mais de R$ 25,6 bilhões foram investidos no evento esportivo aqui no Brasil. Já na Rússia, o valor do investimento tem a previsão final de R$ 38,2 bilhões, segundo o Governo russo.

Pensando em todo o ambiente ‘marketólogo’ que faz parte do maior evento de futebol do planeta, o Brand Bola criou o GUIA DE MARKETING ESPORTIVO DA COPA DO MUNDO DE 2018.

As onze cidades escolhidas para sediar a Copa 2018 são: Kaliningrado, Kazan, Krasnodar, Moscou, Níjni Novgorod, Rostov do Don, São Petersburgo, Samara, Saransk, Sóchi, Volgogrado, Iaroslavl, e Ecaterimburgo.


A forma que foi divulgado o logo da Copa 2018 foi bem diferente: No dia 28 de outubro de 2014, O logotipo foi apresentado na Estação Espacial Internacional, por astronautas soviéticos. Depois, a marca foi projetada no Teatro Bolshoi de Moscou.

A criação ficou por conta do estúdio português Brandia central, que também desenvolveu a fonte tipográfica, chamada Dusha.

Um item muito importante na divulgação de todas as edições da Copa do Mundo, o poster tem uma representatividade visual gigante para a comunicação de marca.

Desta vez, o goleiro Lev Yashin com sua famosa boina preta foi o personagem principal escolhido para destacar o poster oficial do torneio.

Criado pelo designer e artista russo, Igor Gurovich, a inspiração da obra veio do Construtivismo.

Assim como quase todas as competições esportivas, a Copa do Mundo também possui diversas empresas que se encaixam como patrocinadores ou apoiadoras. Abaixo, uma lista com os parceiros FIFA, os patrocinadores da Copa e apoiadores:

04. CAPA - PATROCINADORES.png

Pela primeira vez na história, apenas uma emissora de TV aberta terá os direitos de transmissão da Copa no Brasil. A princípio, Rede Globo e TV Bandeirantes seriam as emissoras, porém a Band desistiu e a Globo será a única com os direitos de transmissão.

Em Portugal, a RTP já confirmou a transmissão do torneio nos seus canais de TV e rádio. A SIC adquiriu à RTP os direitos para a transmissão de 8 jogos.

Os países do PALOP têm cobertura do torneio garantida por quatro operadores: Kwesé Sports (em sinal aberto), SuperSport (pago, em inglês e português), StarTimes e Canal+ (pago, em francês). Em Timor a operadora ETO Telco conseguiu os direitos de transmissão da prova.

Doze estádios serão os palcos dos jogos, em onze cidades diferentes. Clique abaixo para verificar a imagem maior e o nome do estádio/cidade.

Fotos: https://casavogue.globo.com

O número de equipes que disputarão o torneio continua o mesmo das edições mais recentes: 32. As Seleções participantes/marcas de material esportivo, por ordem de classificação, são:

  1. Rússia (Adidas)
  2. Brasil (Nike)
  3. Irã (Adidas)
  4. Japão (Adidas)
  5. México (Adidas)
  6. Bélgica (Adidas)
  7. Coreia do Sul (Nike)
  8. Arábia Saudita (Nike)
  9. Alemanha (Adidas)
  10. Inglaterra (Nike)
  11. Espanha (Adidas)
  12. Nigéria (Nike)
  13. Costa Rica (New Ballance)
  14. Polônia (Nike)
  15. Egito (Adidas)
  16. Islândia (Errea)
  17. Sérvia (Puma)
  18. França (Nike)
  19. Portugal (Nike)
  20. Argentina (Adidas)
  21. Colômbia (Adidas)
  22. Uruguai (Puma)
  23. Panamá (New Ballance)
  24. Senegal (Puma)
  25. Marrocos (Adidas)
  26. Tunísia (Uhlsport)
  27. Suíça (Puma)
  28. Croácia (Nike)
  29. Suécia (Adidas)
  30. Dinamarca (Hummel)
  31. Austrália (Nike)
  32. Peru (Umbro)

MAIS VALIOSOS.png

jogadores

Fonte: transfermarkt.pt

02. CAPA - O MASCOTE

Em fevereiro de 2016 foi escolhido o Mascote da Copa de 2018. O Lobo, o Gato e o Tigre-siberiano eram os concorrentes e disputavam a vaga. Os três finalistas foram desenhados pelas estudantes Ekaterina Bocharova, Valeria Taburenko e Sofia Podlesnykh.

O lobo “Zabivaka” – que em russo significa “aquele que marca gol”, foi lançado pelo “fenômeno”, ex-jogador Ronaldo, junto ao Comite Organizador Fifa 2018, no dia 21 de outubro de 2016.

03. CAPA - A BOLA

No dia 09 de novembro de 2017, a FIFA apresentou a bola da Copa do Mundo de 2018: a Adidas Telstar 18. Com o que há de melhor em tecnologia, e relembrando o modelo (de mesmo nome) utilizado na Copa do Mundo de 1970, no México – a primeira lançada pela Adidas em uma Copa – ela conta com material sustentável e chip com transmissão de dados em proximidade.

O que sempre se espera do maior evento de futebol do planeta é que, após a sua disputa, ele deixe um legado de melhorias em sua sede: Transporte, saúde, educação, turismo, hotelaria, todos estes pontos, que são de total relevância para a comunidade local se desenvolver.

Muita é investido em toda a estrutura do país, e todos nós sabemos que, além de fornecer alegria, o esporte também sempre cria uma evolução social, seja ela física, educacional ou emocional.


Espero que você tenha gostado deste guia desenvolvido pelo Brand Bola. Compartilhe com seus amigos que gostariam de conhecer um pouco mais sobre o maior evento de futebol do MUNDO!