Uma cesta de três no futebol francês | Por Felipe Blanco

O título deste texto, lido ao som de uma trilha de hip-hop, soaria como uma letra de rap. E é com o estilo e maestria de quem consegue harmonizar batida, rima e conteúdo, que PSG, Nike e Air Jordan conseguiram atrair a atenção do mundo com sua ação ousada e inovadora.

No dia 13 de setembro, o novo uniforme da equipe francesa – especialmente desenhado para a disputa da Liga dos Campeões 2018/2019 – tomou os holofotes do mercado esportivo mundial. Qual a novidade? Textura? Design? Homenagens? Criatividade? Talvez um pouco de cada, mas a inovação está no basquete! Como assim?! Qual o sentido de um uniforme de futebol conter alguma alusão ao esporte americano? Não é apenas uma alusão ao esporte das enterradas, o que a Nike fez foi cravar a marca do maior atleta da modalidade de todos os tempos no peito da camisa de jogo, do uniforme de treino, de passeio e  na linha casual da equipe com maior destaque na França. Uma verdadeira cesta de três pontos no futebol francês.

 

A Air Jordan é uma linha de produtos da Nike ligada ao astro que a nomeia: Michael “Air” Jordan. Mas não se trata apenas de uma linha qualquer, falamos da terceira mais vendida dentre todos os produtos da empresa no mundo.  Seu faturamento ultrapassou a cifra de 3 bilhões de dólares em 2017, montante que representa 9% do faturamento total da marca. Número maior que os US$ 2 bilhões faturados com as vendas relacionadas a futebol no mesmo período. (Fonte: Sports Value)

 Os números acima começam a mostrar como e porque se desenrolou a jogada que resultou no arremesso certeiro de três pontos.
Adicione a esta conta o fato do Paris ter pop stars do futebol mundial em seu elenco, como Neymar, M’Bappé, Daniel Alves, Thiago Silva e Cavani. Sem esquecermos as injeções financeiras de seu presidente árabe, Nasser Al-Khelaïfi, que elevaram o PSG ao mesmo patamar das maiores equipes do mundo nos últimos anos.

Os interesses da Nike com a parceria são diversos: a expansão no mercado francês e europeu, as Olimpíadas de Verão 2024, em Paris, a abertura recente da primeira loja Air Jordan na França, o Mundial de Futebol feminino que será realizado também na França, em 2019, entre outras oportunidades de negócios que estão no radar da gigante americana, de olho no velho continente.

Alguns veículos já trataram do tema em seus portais, mas gostaria de redirecionar o foco do texto para a ótica do clube, que trouxe um elemento novo para os seus fãs. Os números, as marcas, os atores e o palco da parceria são formidáveis. Chegou a hora, portanto, de saber como o PSG está desenvolvendo a ação e ativando em suas redes.

Esse foi o vídeo de lançamento Welcome to the family:

Confira este outro (PSG x Jordan), com os principais atletas da equipe, em uma mistura de futebol com basquete, ao som do tradicional hip-hop americano:

Perceba que os vídeos conectam o basquete e o futebol. Eles são inteiros em preto e branco – não utilizam as cores do PSG. Alie-se a isso o som pesado ao fundo, que dita o ritmo das cenas com batidas graves. O resultado é uma grande produção, recheada de efeitos, artistas e as estrelas do PSG vestindo a marca em uniformes, agasalhos e regatas de basquete. São clipes que impactam seus espectadores e tornam o anúncio forte e atrativo. A mistura dos esportes, música e atores se torna homogênea, excluindo a distância que existe entre as duas modalidades e estilos.

A intenção do PSG é se tornar cada vez mais uma força global, e a parceria possibilitará que atinja um novo público, assim como o transformará na marca mais estilosa dentre os clubes do mundo, nas palavras seu presidente, em entrevista  concedida no lançamento.

As ativações ainda estão no começo, mas já tomam as redes do Paris com vídeos, fotos, repaginação das lojas, inúmeros produtos e muito estilo. Neymar, cuja fama é global, pode até ser confundido com um atleta de basquete, em algumas divulgações, aos olhos de quem não o conhece, se é que alguém não reconheça a figura.

 

 

O futebol é paixão, é um esporte como nenhum outro. Quantas vezes já ouvimos ou até dissemos isso? Verdade? Mentira? Cada esporte tem sua particularidade e sua emoção diante da ótica de seus fãs, o fato que não podemos negar é que a junção deles pode render muito aos clubes e marcas, além de despertar o olhar curioso e apaixonado após as primeiras doses de uma emoção diferente. Você que é fã de futebol, se sentiu instigado a ver basquete? Teve vontade de usar um artigo de basquete? Curtiu a camisa alvinegra do Paris? Se a resposta para uma dessas perguntas for sim, a missão da parceria já pode ser considerada um sucesso.

VÍDEO SOBRE A LOJA

Gestor de marketing e comunicação no clube Ferroviária S/A de São Paulo.
Administrador público graduado pela UNESP. Especializado em gestão e marketing esportivo, colunista do portal Brand Bola e fã incondicional de esportes, criação e natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *